Versículo

do Dia

Tu, Senhor, guardarás em perfeita paz aquele cujo propósito está firme, porque em ti confia.

Isaías 26:3

Músico cristão pode tocar música mundana?

Hoje recebi um email de uma irmã em Cristo, perguntando se sua filha pode tocar música secular (do mundo) e louvar na igreja. Pedi permissão à ela para publicar a pergunta e a minha resposta, para que sirva de ensinamento sobre isso:

EMAIL DA IRMÃ

Boa tarde Pastor Carlo,
Vou direto ao ponto pra poupar seu tempo lendo esse e-mail rs.
Bom, minha filha tem 17 anos e desde os 8 toca violino, violão, piano, etc.
Ela já compôs três músicas, mas não são músicas evangélicas, alguns pastores que já conversei falam que não tem nada haver pq é profissional,
mas sinto que Deus a escolheu para louvar.
No início da semana meu marido teve um sonho em que os demônios falavam assim:
“Não podemos esquecer de trazer a … para o inferno, pq ela nasceu pra louvar a Ele, mas ela não louva.”

(quero deixar claro que ela toca na orquestra da igreja e tbm no conjunto de louvor)
Depois desse sonho, ela excluiu todas as músicas que não são evangélicas do ipad dela.
Tenho uma observação importante, todas as músicas que ela ouvia e cantava eram de Elvis Presley, Beatles, Jony Cash e outros artistas dos anos 60. Mas ela sempre olhava a tradução da música pra ver se havia alguma maldição na letra.
Qual sua opinião a respeito, pq ela quer fazer faculdade de música e nós sabemos que não dá pra viver de música evangélica.
Vc acha que as maldições dos cantores e compositores dessas músicas mundanas podem afeta-la?
Ela tem muito temor de Deus e se eu disser pra ela ficar só no louvor ela vai ficar, mas vc sabe como é delicado interferir nesses assuntos.
É raro ela gostar das canções evangélicas, pq como vc percebeu o estilo dela é bem diferente, pq ela sempre curtiu músicas anos 60, 50 e gosta um pouco de mpb.
Sua opinião é muito importante pra mim, pq vc sabe sobre maldições e eu confio muito em vc como homem de Deus.
Muito obrigada e fica na Doce Paz do Pai.

Um abraço

MINHA RESPOSTA:

Oi irmã. Achei seu email e já li com bastante atenção.

Deixe-me falar sobre leis espirituais.

Quando o Senhor criou a Terra (e universo) como conhecemos, sobre essa criação veio as leis espirituais. Essas leis são princípios que o Senhor adotou para que tudo funcionasse bem. O ser humano não percebe, mas muitos pensadores, filósofos e cientistas utilizam dessas leis espirituais para entenderem e explicarem as situações físicas, tudo porque o mundo foi criado em cima disso.

Um exemplo são as Leis de Newton. As três leis que Newton nomenclaturou não são nada além de leis espirituais aplicadas ao conceito humano. A primeira, chamada de “Inércia” e a segunda, “dinâmica” explicam muito bem a física do movimento (ou não) de objetos, mas é a terceira lei de Newton que se aplica ao caso de sua filha: Ação e Reação.

Vivemos em um mundo contaminado com o pecado. Isso por si só já nos faz pensar muito antes de realizar qualquer coisa. Estamos andando em um terreno minado e precisamos ficar atentos aonde pisamos. Mas ainda assim interagimos “demais” com o mundo. Assistimos filmes que dissipam idéias mundanas, vamos em restaurantes temáticos (tailandeses, japoneses, coreanos…) que propõe comidas culturais e até religiosas, participamos de exercícios ou massagens inventadas por pessoas distantes de Deus e ouvimos músicas escritas por corações que não tem Jesus como centro de suas vidas.

Muitas dessas coisas são inofensivas, em primeira analise. O que um filme como “Viagem ao Centro da Terra”, inspirado na obra de Julio Verne pode trazer de errado? Realmente, se olhar bem pode ser que não haja mesmo nada além de entretenimento ali. Mas uma coisa é vc reagir à ele, outra – totalmente diferente – é vc AGIR com ele.

A lei espiritual de ação e reação (copiada por Newton e aplicada na física moderna) nos ensina o seguinte: as obras espirituais precisam de um ponto de saída, seja este ponto Deus ou o diabo. A questão disso é que “de um ponto de saída” iniciou-se uma “ação espiritual”, também chamada de “forma espiritual”. Essa forma é liberada no mundo espiritual do primeiro céu, ou seja, onde moramos (primeiro céu: nossa esfera; segundo céu: onde os demônios habitam, também chamado de inferno por derivar-se da palavra “inferius”, inferior ou abaixo; o terceiro céu: onde o Trono de Deus está e onde Ele habita com seus anjos).

Como moramos aqui, na Terra, junto conosco há uma ação espiritual liberada, que interage diariamente. Esta ação espiritual é inserida no mundo físico através da ÚNICA PORTA que une os dois mundos (espiritual e físico): a palavra.

A palavra é a “forma” mais poderosa que existe e a única que abre as portas espirituais. Por esta razão a mídia se iniciou falada, as tradições eram orais. Escrita e imagem (fotos e vídeos) vieram muito depois.

Quando assistimos um filme, as imagens não importam nada no mundo espiritual, mas o que dizem no filme, a origem da palavra, a intenção pela qual foi dita é o problema.

Ação e reação. Se ouço uma música do Elvis Presley, por exemplo, só estou reagindo à uma ação. Se minha vida está no altar de Deus, ela está selada e protegida, então NADA VAI ME ACONTECER. Porém se eu TOCAR UMA MÚSICA DO ELVIS PRESLEY, passei de “reação” para “ação” e então toda a motivação espiritual por trás dessa música virão sobre a minha vida. Se houve qualquer invocação demoníaca para criá-la, virão todas sobre mim.

Um exemplo é a música “Stairway to heaven” do Led Zepelin. É uma música linda, romântica e com uma melodia envolvente mas Robert Plant (um dos autores) disse que fizeram 13 invocações demoníacas durante a música!!! Ou seja, enquanto a música soa, há momentos em que – um a um – os demônios vão sendo invocados. Não ouviria e, muito menos tocaria essa canção.

O filósofo Sócrates disse certa vez que, quando repetimos suas teses ressuscitamo-no em nós mesmos, através da sua psique. Isso nada mais é do que uma lei espiritual sendo aplicada à filosofia! Se eu canto uma música onde houve ou há um pacto, trago sobre mim o mesmo pacto. Porém se canto uma canção onde a motivação foi adorar, honrar e louvar ao Senhor, trago sobre mim o Espírito Santo de Deus.

Espero sinceramente ter contribuído para o seu entendimento e também para que sua filha, com esse dom e talento que herdou do Pai não o desperdice com o mundo.

Pastor Carlo Ribas
www.carloribas.com.br

1 Comentário

  1. Lamônia Zuéria disse:

    Essas resposta do pastor Carlo é muito acerta!
    Fiquem ligados músicos, vcs foram escolhidos para louvar e exaltar o Nome do Senhor Deus Todo Poderoso!
    Pq perder tempo com canções que não dizem nada ao invés de aproveitar nosso curto tempo aqui na terra para engrandecer o Nome do nosso Criador!
    Louve pq louvando o Senhor irá abrir portas pra vc passar, onde vc terá recompensas espirituais e tbm financeiras.

Deixe o seu comentário!